05
Jul 06

  Existem momentos que uma pessoa só apetece desaparecer, ou melhor, "fugir do mapa". É nesses momentos que não sabemos quem somos e porque é que existimos.

  Começamos a perguntar-nos: Porque é que nascemos? Porquê sofrer? Será que ninguém gosta de nós como somos? Será que não nos querem ou não gostam de nós? Ou ainda, será que somos um estorvo para alguém? 

  Que sociedade é esta que cria ideais de vida, modos de vida, maneiras de pensar, modelos a seguir? Que sociedade é esta que todos as pessoas querem ser igual a alguém que por ter as "medidas ideais" é considerado um "rei"?

  Que mentalidades foram criadas por uma sociedade que despresa o outro por ser diferente da maneira de pensar, vestir, de viver ... ? Ás vezes basta ser diferente ( dentro de uma sociedade que impôs determinado padrão de vida) para ser discriminado. 

  É nesses momentos que precisamos de alguém que nos compreenda. Alguém que nos dê aquele conselho que tanto precisamos ou então aquele abraço aconchegante.

  Por vezes é mais forte que nós. É algo que nos "enrola" de tal maneira que não nos conseguimos libertar logo. Normalmente isso acontece quando estamos com algum desgosto.

   Parece que o mundo vai desmorona, isto é, que nos cai o mundo em cima de nós. É nesse momento que nós desejamos que o chão se abra e nos engula para sempre e nunca mais nos deixe sair.

   Nestes momentos só vimos que temos defeitos para todas as pessoas embora ás vezes bem lá no fundo sabemos que temos também algumas qualidades mas como estamos tão cegos não vemos mais nada à frente sem ser defeitos.

   Não temos alegria para nada. Sentimos uma trsteza enorme. Só nos apetece estar num canto sossegadas sem que ninguém nos chame ou que dê pela nossa presença.

   Só queremos estar no nosso mundo. Um mundo que nós próprios imaginamos. Nesse mundo não existe diferenças nem preconceitos, mas sim amor, carinho, amizade, sonhos bonitos ...

publicado por olhosverdes21 às 22:14
tags:

1 comentário:
Era tão bom se pudessemos ter um mundo perfeito, onde não houvesse maus sentimentos e tudo fosse harmonia. Infelizmente não é possivel . Mas há sempre algumas alternativas. É essencial demonstar aos outros que nos valemos por nós próprios, que somos diferentes mas não menos importantes. E nunca nos deixar vencer pelas suas ideias. De certeza que sempre vamos ter alguém para nos apoiar e ajudar a ultrapassar os maus momentos, os amigos verdadeiros estão sempre lá... Beijinhos grandes!
Sofia Santos a 12 de Julho de 2006 às 18:46

Julho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


arquivos
2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO